quarta-feira, 30 de abril de 2014

Abril

Vai-se embora plácido
O mês de abril:
Neste tempo flácido,
Silencioso e febril.

Cala-se de uma vez
A preguiça despontada.
Eis que chega um novo mês:
Trará energia renovada?

Sepulta-se nesta noite
Este mês já finado.
Na madrugada em deleite
Nascerá mês de maio.

Fabiano Favretto

2 comentários:

  1. Que maio seja abençoado. Você rima bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E será, cara Gyzelle.
      E obrigada pelo elogio hehe (:
      Às vezes consigo fazer algumas rimas boas.
      Abraços.

      Excluir