domingo, 19 de agosto de 2012

Vovô,


Como é bom visitar sua casa
E tomar chimarrão.
Escutar seus 'causos'
De aventura, caçadas, pescarias e maldição.

Continue dizendo o que sente.
Uma pessoa não é eterna (infeliz isso eu digo)
Mas enquanto tu existe,
Tomarei chimarrão contigo
E escutarei sempre suas prosas.

Ao fim do dia
Muito feliz eu fico
Pois não tenho um simples avô,
Sou neto de um super-caipira!

Nenhum comentário:

Postar um comentário