domingo, 11 de novembro de 2012

Eu mesmo, mesmo Eu

Às vezes acho que não sou eu mesmo,
Esse mesmo eu não sou.
Ou talvez eu seja tanto eu
Que sou à ponto de não o ser.

Um Doppelgänger narcisista,
O espelho não me fita.
Insiste em refletir quem não sou
Uma busca pela não-identidade,
Talvez pelo anonimato.

Não sei se existem
Fundamentos de auto-descrição,
Três alternativas talvez..
Uma Opção.
O mesmo Eu,
Eu mesmo,
Eu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário