domingo, 31 de maio de 2015

Segue simples

Momentos 
Constantes
De acontecimentos 
Cantantes.
Inconstantes ritmos
Dançantes.


A vida segue simples o seu próprio ritmo.

Fabiano Favretto 

Parece adeus

Ela com sono,
E eu aqui morrendo de amor.
Apenas um boa noite
Para mim parece um adeus.


Fabiano Favretto

Seu

Todo seu, 
O meu amor.
Oh, meu amor
Eu sou seu.
Fabiano Favretto

terça-feira, 26 de maio de 2015

Que horas são?

Dê corda em meu coração
Tal qual em um relógio velho,
E verifique se as engrenagens
Continuam engraxadas de amor.
Ajeite os ponteiros
Para a hora certa de amar.
Não me importa qual é o fuso-horário
Deste lugar,
Ou qual as horas em Londres ou Paris.
Me importa te querer de hora em hora,
A todo momento.
Oscila o pêndulo,
As horas ecoam no espaço;
Bate coração.
Amor,
Que horas são?

Fabiano Favretto 

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Simples

Dos seus braços abraços,
Do teu corpo o calor.
Da sua boca um beijo
Dado com muito amor.

Fabiano Favretto


quinta-feira, 21 de maio de 2015

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Construção

Tenho te amado em meus versos,
Teu corpo em estrofes, construção. 
Tenho feito das rimas os beijos
E dos teus abraços, palavras, a fundação.

Fabiano Favretto

Máxima

Poesia:
Ame-a ou deixe-a.
Fabiano Favretto

terça-feira, 19 de maio de 2015

Fazer amor

Fazer amor
Ao invés
De fazer a dor
Se manifestar.

Fazer amor.
Através
De seu calor
Me aconchegar.

Fazer amor,
Sim,
Fazer amor
Até o mundo acabar.
Fabiano Favretto

domingo, 17 de maio de 2015

Dependente

Te encontrei em meus versos,
E me perdi nos seus beijos.
Procurei caminhos inversos
Para realizar meus desejos.

E assim imprevisivelmente,
No teu abraço a glória encontrei.
E de forma simples, dependente
Do seu doce amor eu me tornei.

Fabiano Favretto

O que sobra?

Se não sobrar nem a esperança,
O que irá nos sobrar?

Fabiano Favretto

Retornar

Se o caminho da sua boca encontrei,
Nenhum outro caminho precisarei procurar
Exceto o caminho de seu abraço:
Este é o caminho ao que sempre irei retornar.

Fabiano Favretto

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Entende

A sua boca não escuta o que digo,
Mas entende bem 
Como a minha língua funciona.

Fabiano Favretto

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Muito mais

O caminho do desconhecido
E o frio na barriga
Tem feito muito mais sentido.

Fabiano Favretto

Pensar bem

As consequências
Serão maiores
Que as escolhas.

Fabiano Favretto

terça-feira, 12 de maio de 2015

Arma língua

A arma língua,
De fogo a estrela;
Ao céu-da-boca
Lança palavras,
Labaredas
Queimando
Frases e textos,
Assando poesias,
Achando poesias
Não-amenas
Não-mornas
Quentes
Em chamas.
A língua
Se agita
No êxtase
De cada letra.

Fabiano Favretto


segunda-feira, 11 de maio de 2015

Imediato

Esta ansiedade
Pelo imediato
Tem me feito maldade,
Um ser caricato.

Fabiano Favretto

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Ah...

Há.
Alguém Há.
Alguém há de me dar valor algum dia.
Ah...

Fabiano Favretto

quarta-feira, 6 de maio de 2015

Semana de cão

Posso dizer sem moderação
Que minha semana, 
Esta semana,
Está sendo uma semana de cão.


Fabiano Favretto

Click

"Parada!
Não se mexa!"
E assim lhe roubei
Uma fotografia.

Fabiano Favretto

Vegetativo

Traduzindo-me em linha frígidas
Teço na rocha fria a realidade
Mostrando ao mundo minh'alma vazia,
Casulo oco, pestilência e insanidade.

Mas tal como de terror um filme,
A rotina vegetativa me atormenta
E forço-me a querer estar firme
Mas o que é trivial me desorienta.

Já me falaram da tal felicidade,
Mas creio que seja somente uma lenda
Onde todos procuram com muita vontade
Algo intangível que os surpreenda.

Se meu veneno é a rotina
E o vazio tem sido minha morada,
Vou caminhar até a esquina
Desta pobre esperança abandonada.

Fabiano Favretto

terça-feira, 5 de maio de 2015

Ansejo

Me deixe mais um pouquinho
No laço do teu abraço.
Para eu não me sentir sozinho,
Para eu não ficar em pedaços.

Me deixe mais um pouquinho
Na ternura do teu beijo
Para eu sempre ter seu carinho
E que ele seja meu ansejo.

Fabiano Favretto

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Só minha

Tenho a tangicidade de sua pele,
Tenho a alegria de sua companhia.
Tenho um carinho que só cresce
Ao ver que tu é só minha.

Fabiano Favretto

domingo, 3 de maio de 2015

Cantar e cantar

Cantar sobre as flores,
Cantar sobre o cheiro de flor.
Cantar sobre os amores,
Cantar sobre o amor.

Cantar sobre amar,
Cantar quando se faz amor.
Cantar e cantar,
Cantar um mundo sem dor.

Fabiano Favretto

sábado, 2 de maio de 2015

sexta-feira, 1 de maio de 2015

ABNT

Para a reunião de textos formais,
Todos foram trajando ABNT.

Fabiano Favretto